Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2009
Escorpiao

Escorpião, venha cá....


"A ti Escorpião, darei uma tarefa muito difícil. Terás a habilidade de conhecer a mente dos homens, mas não te darei a permissão de falar sobre o que aprenderes. Muitas vezes te sentirás ferido por aquilo que vês, em tua dor te voltarás contra Mim, esquecendo que não sou Eu, mas a perversão de Minha Idéia, o que te faz sofrer. Verás tanto e tanto do homem enquanto animal, e lutarás tanto com os instintos em ti mesmo, que perderás o teu caminho; mas quando finalmente voltares, terei para ti o Dom supremo da Finalidade."


E Escorpião retornou ao seu lugar.


Principal Característica: 

a profundidade.


Qualidade:

 conhecimento do ser humano.


Defeito: intensidade excessiva.

Retirado de : http://www.cantinhodameiga.com/missao_escorpiao.html


música: classica

vibrado por TS às 11:51
link do post | Comentar | favorito

Terça-feira, 30 de Dezembro de 2008
A educaçao como se preve

  Querido diário: ...

 


29 de Junho de 2009
paçei o 5º anuh. A p*ta da stora de mat, k é a nossa dt, n m kria deixar paçar pk eu tnh nega a td menus a ginástica, pk jogo bem há bola, e o crl... mas a gaija f*deu-se puke a ministra da idukaxão mandou dizer ao ppl k penxam q mandam aí nas xkolas masé pa baixarem os kornos k tds os socios com menos de 12 anus teiem de paçar... axu bem.

29 de Junho de 2010
passei o 6º anuh. ainda bem q ainda n fiz 13 anus, q ódpx podia n passar, qesta cena de passar com buéda negas é só até aos 12... f*da-se, fiquei buéda f*dido na m*rda deste ano, e ó c*ralho, o pan*leiro do stor d educassão física deu-me a m*rda do 2... assim tive nega a tudo... ainda bem q a ministra da iduqaxão é porreira, ela é q é uma sócia sbem: a xqola n serve pa nada, é uma seca. tive q aprender que os K's se escrevem Q, qomo em "xqola" e não "xkola", e que "passar" não é qom Ç... a xqola é porreira só pa qurtir qas damas qd  gente se balda...

29 de Junho de 2011
Passei o 7º ano. Exte anuh ia chumbando pq tive nega a qase td menos a área de projetuh, mas aqela cena tb é facil, n se fax nd... Exte anuh a dt disseme q eu passava pq tinha aprendido qas fraxex qomexam qom letra maiúscula e pq m abituei a exqrever qom Q em vez de K, tipuh agora ja xei xqrever "eu qomo qogumelos qom quentruhs" em vez de "eu komo kogumelos kom kuentruhs". É fixolas, pode xer qum dia venha a ser um gamela famôzo...

29 de Junho de 2013
Passei o 9º ano. Foi buéda fácil, pqu a prof paxou-me logo. Fui ao quadro xqurever uma sena em qu dezia tipuh "aquela janela", e eu exqurevi "aqela janela", pqu dixeram-me qu n se xkqureve "akela", é quom Q e não quom K. Mas a profs desatinou quomiguh e dixe qu eu tnh qu pôr o U à frente do Q... Pur ixu exte anuh aprendi qu o Q leva U à frente. No próximuh anuh é o 10º, vou pá sequndária...

29 de Junho de 2014
Aquabei o 10º ano. Não foi muituh difícil só tive que aprender-mos a não exqureverem quom aberviaturas purque nem todas as palavras xe puderam aberviar mas ixtu foi uma bequa para o quompliquado purque quom esta sena do QU em vex de K e das aberviaturas exqueceramme de quomo é que se faxião os verbuhs nos tempuhs e nas pexoas, ou lá o que é... Mas a prof disse tass bem que no prócimo anuh a gente vê ixu.

29 de Junho de 2015
Passou o 11º ano. Foi mais fácil que o 10º. Aprendi que as frases devem ser mais qurtax. E aprendi também que "ano" não esqureve "anuh". Axo que no prócimo ano vai ser mais difícil. Purque a xeguir é a faquldade.

29 de Junho de 2016
Acabou o 12º. Fiquei buéda confuso porque tive de aprender a diferenxa entre usar o QU e o C, tipo "esCrever" e não "esQUrever". Quando eu usava o K era buéda mais fácil... A prof de português é buéda religiosa e anda a ouvir vozes de deus, porque dixe-me que eu não merexia passar, mas "xão ordens lá de xima"...

29 de Junho de 2017
Já fiz o primeiro ano da faculdade. Estou em ingenharia cevil na universidade lusófona. Tive um stor buéda mal iducado que me disse que eu era um ignorante porque às vezes escrevia com X em vez de CH, S ou C. Mas o meu pai veio cá com uma moca de rio maior e chegou-lhe a rôpa ao pelo. E depois fomos fazer queixa do gajo e a ministra despediu-o porque o gajo, não sei quê, parece que quis vir estragar aqui um muro nosso. Mas não sei essas senas. O meu pai é que me explicou uma cena qualquer de "danos murais"... O que é bom é que a ministra da iducação continua a mandar aqui nestes sócios da faculdade para eles não levantarem a garimpa contra nós.

29 de Junho de 2019
Acabei a minha licenciatura porque a ministra da iducação disse que tinhamos que passar sempre mesmo que não tivessemos notas, para não ficarmos astigmatizados. Acho que é uma cena que dá nos olhos quando se estuda muito. Agora vou fazer um mestrado e disseram-me que, quando acabar, vou ficar mestre. Eu quero ser de Kung-Fu.

29 de Junho de 2021
Já sou mestre. Afinal não sou de Kung Fu, sou de engenharia cevil. Os meus profs disseram que eu não devia estar em mestrado porque ainda não estava preparado, mas eu disse que o meu pai tinha uma moca de rio maior e que era amigo da ministra e já tinha mandado um bacano da laia deles para a rua e eles calaramsse. Agora vou fazer um doutoramento, porque a ministra da iducação diz que se não deixarem um aluno fazer o doutoramento só por causa das notas, ele fica com a auto-estima em baixo e isso perjudica a aprendizajem.

29 de Junho de 2023
Sou doutor. O meu orientador da tese ficou muito satisfeito porque eu já não dou erros ortográficos: ao longo destes dois anos, aprendi a escrever "engenharia civil" em vez de "ingenharia cevil" e também porque aprendi que a ministra é da "educação" e não da "iducação", mas lê-se assim. Entretantos casei. A minha dama chama-se Sónia e os pais dela ficaram muito felizes por ela ir casar com um doutor em engenharia civil. Ela não sabe ler nem escrever: só fez até ao 2º ano da licenciatura e depois foi trabalhar para o Minipreço. Já tá grávida.

29 de Outubro de 2023
Nasceu o meu filho! Chamei-lhe Júnior porque ele é mais novo que eu.

29 de Agosto de 2029
O Júnior vai fazer 6 anos daqui a 2 meses. Devia entrar para a escola este ano, mas estive a pensar muito bem e não o vou pôr na escola. Ele não precisa daquilo para nada, aprende em casa. Eu ensino-lhe a ler, que sou doutor, e a mãe ensina-lhe a fazer contas, que é caixa no Minipreço. A escola não vale nada. Acho que o sistema de ensino hoje em dia é uma m*rda. No meu tempo é que era bom.


sinto-me: receosa
música: se quiser

vibrado por TS às 16:46
link do post | Comentar | favorito

Quinta-feira, 22 de Maio de 2008
Lindo

 



vibrado por TS às 09:48
link do post | Comentar | favorito

Quarta-feira, 21 de Maio de 2008
Ausente

 



vibrado por TS às 11:47
link do post | Comentar | favorito

Terça-feira, 20 de Maio de 2008
Termina?

 



vibrado por TS às 09:46
link do post | Comentar | favorito

Sexta-feira, 28 de Março de 2008
Comentário de uma leitora à notícia do Público do aumento do Pão em 50%

Um caso particular, mas decerto familiar a muitos de vós.

Somos uma família normal de 4. Somos aquilo a que em tempos se chamou "classe média". Como acontece com muitos, bem mais de 50% do nosso rendimento é chupado pelo banco para a prestação da casa. Há cerca de dois anos, sentindo-nos desanimados com a política e impotentes para vencer as injustiças sociais, estabelecemos regras individuais importantes, de sobrevivência e luta: por norma, deixámos de consumir o que quer que seja em pastelarias. O pão faz-se em casa, com uma máquina (dura muito se for integral); as sandes, obviamente, também; café e sumos idem; iogurtes, só compramos naturais e os mais baratos (a imaginação é à borla e acrescentamos o que houver); ao jantar não é preciso carne (ao almoço, confiamos que as crianças comam na escola) e para proteínas temos o leite e seus derivados, e outras alternativas mais baratas, como feijão com arroz (ou seja, raramente compramos carne); no frigorífico temos agora leite, manteiga, iogurtes naturais, sopa e legumes frescos; no congelador, legumes e peixe. Na despensa, há variedade de massas, arrozes, e afins.
Mas sim. Gostaríamos de não viver assim, a fazer esta ginástica diária. Como muitos de vocês, certamente. Por isso deixo a sugestão: se formos muitos a boicotar a sociedade de consumo (vocês pagam mesmo 500 paus por um sumo de laranja natural num café?!), pode ser que mudemos alguma coisa. Não vejam isso como uma privação, mas como uma forma de luta. Vão para os jardins públicos, para espaços gratuitos. Levem os amigos, os filhos, os sacos com fruta nacional e pão feito em casa. Convivam. Discutam. Divirtam-se. Organizem-se. Voltem a falar de ideias. Deitem fora os cartões de crédito. Acordem. Saiam dos centros comerciais. Avisem o Sr. António do café que não voltam a entrar lá enquanto a bica custar mais de 80 paus (e já é um exagero). Obriguem-no, também ele, a "fazer ginástica" e a protestar. Inventem novas maneiras de rir na cara das grandes bestas que vivem luxuosamente às nossas custas. Quem ri por último, ri melhor, acreditem.


27.02.2008 - 16h15 - Margarida, Lisboa


sinto-me: solidaria a 100%

vibrado por TS às 09:43
link do post | Comentar | favorito

Sexta-feira, 21 de Março de 2008
Notícia do Jornal "O Sol"

Notícia do SOL, achei por bem divulgar, creio que diz respeito a todos e já todos teremos tido pelo menos uma situação em que fomos vítimas de abuso, pagamos pelo que não consumimos - "se não consumiu, foi porque não quis".
É um direito nosso, do consumidor, façam uso dele quando for devido, mas, do bom senso também, não vamos lançar uma anarquia, ninguém gosta de trabalhar de borla para alimentar o próximo.

Reenviem, divulguem, informem. Cidadão informado, já é meio caminho andado...
 
"Ninguém é obrigado a pagar couvert se não o pedir, mesmo que o coma."
 
A Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC) alertou que qualquer consumidor pode recusar pagar o couvert que habitualmente os restaurantes colocam na mesa dos clientes sem ser pedido, mesmo que seja consumido
 
Segundo a associação, se o cliente recusar pagar o couvert e o restaurante exigir o dinheiro, o proprietário do estabelecimento poderá estar a incorrer no crime de especulação.

Se num restaurante colocarem a «entrada» na mesa sem o cliente a pedir, em circunstância alguma terá de a pagar, defende a APDC porque como o couvert lhe foi apresentado sem o ter pedido, poderá mesmo consumi-lo sem ter de o pagar, porque a lei a tal não obriga.

«O consumidor não fica obrigado ao pagamento de bens ou serviços que não tenha prévia e expressamente encomendado ou solicitado, ou que não constitua cumprimento de contrato válido, não lhe cabendo, do mesmo modo, o encargo da sua devolução ou compensação, nem a responsabilidade pelo risco de perecimento ou deterioração da coisa», explica a APDC em comunicado.

«Não são os usos comerciais que fazem lei. É a lei expressa que tem de ser observada com todo o rigor. A aposição dos acepipes na mesa - sem prévia solicitação - pode configurar um ilícito», ao abrigo do o n.º 4 do art.º 9.º da Lei de Defesa do Consumidor, lê-se no mesmo texto.

Segundo a Associação Portuguesa de Direito do Consumo, o DL 143/2001, de 26 de Abril, corrobora esse entendimento no seu artigo 29, ao consagrar que «é proibido o fornecimento ou a prestação de serviços ao consumidor que incluam um pedido de pagamento, sem que este os tenha previamente encomendado».

A associação acrescenta que «o destinatário de bens ou de serviços recebidos sem que por ele tenham sido encomendados ou solicitados, ou que não constituam o cumprimento de qualquer contrato válido, não fica obrigado à sua devolução ou pagamento, podendo conservá-los a título gratuito».

A APDC sublinha ser a mesma lei a consagrar que a «ausência de resposta do destinatário não vale como consentimento».

Qualquer empresário de restauração que não respeite estes preceitos legais incorre no pagamento de coimas que, nos casos de sociedades mercantis, oscilam entre os 3.500 e os 35.000 euros, além de eventuais penas acessórias, refere o mesmo comunicado.

Acrescenta ainda que a Lei Penal do Consumo (art.º 35 do DL 28/84, de 20 de Janeiro) tem também solução para os autores de tais ilegalidades, prevendo uma pena de prisão de seis meses a três anos e multa não inferior a 100 dias pelo crime de especulação.

Lusa / SOL"

 

Obrigado especial a minha querida amiga " Eu" que tanta felicidade me tras.


música: Summer Love
sinto-me:

vibrado por TS às 15:05
link do post | Comentar | favorito

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007
O Pior Adorno de Uma Mulher
 
Código de conduta para mulheres
  
 
  
Sábios pensadores...
  
"Mesmo que a conduta do marido seja censurável, mesmo que este se dê a outros amores, a mulher virtuosa deve reverenciá-lo como a um deus. Durante a infância, uma mulher deve depender de seu pai, ao se casar de seu marido, se este morrer, de seus filhos e se não os tiver, de seu soberano. Uma mulher nunca deve governar a si própria."

Leis de Manu (Livro Sagrado da Índia)



"A mulher que se negar ao dever conjugal deverá ser atirada ao rio."

Constituição Nacional Suméria (civilização mesopotâmica, século XX a.C.)


"Quando uma mulher tiver conduta desordenada e deixar de cumprir suas obrigações do lar, o marido pode submetê-la à escravidão. Esta servidão pode, inclusive, ser exercida na casa de um credor de seu marido e, durante o período em que durar, é lícito a ele (ao marido) contrair novo matrimónio"

Código de Hamurábi (Constituição Nacional da Babilônia, outorgada pelo rei Hamurábi, que a concebeu sob inspiração divina, século XVII a.C.)



"A mulher deve adorar o homem como a um deus. Toda manhã, por nove vezes consecutivas, deve ajoelhar-se aos pés do marido e, de braços cruzados, perguntar-lhe:
Senhor, que desejais que eu faça?"

Zaratustra (filósofo persa, século VII a.C.)



"As mulheres, os escravos e os estrangeiros não são cidadãos."

Péricles (político democrata ateniense, século V a.C., um dos mais brilhantes cidadãos da civilização grega)



"A mulher é o que há de mais corrupto e corruptível no mundo."

Confúcio (filósofo chinês, século V a.C.)


"A natureza só faz mulheres quando não pode fazer homens. A mulher é, portanto, um homem inferior."

Aristóteles (filósofo, guia intelectual e preceptor grego de Alexandre, o Grande, século IV a.C.)



"Que as mulheres estejam caladas nas igrejas, porque não lhes é permitido falar. Se querem ser instruídas sobre algum ponto, interroguem em casa os seus maridos."

São Paulo (apóstolo cristão, ano 67 d.C.)



"Os homens são superiores às mulheres porque Alá outorgou-lhes a primazia sobre elas. Portanto, dai aos varões o dobro do que dais às mulheres. Os maridos que sofrerem desobediência de suas mulheres podem castigá-las: deixá-las sós em seus leitos, e até bater nelas. Não se legou ao homem maior calamidade que a mulher."

Alcorão (livro sagrado dos muçulmanos, escrito por Maomé no século VI, sob inspiração divina)



"Para a boa ordem da família humana, uns terão que ser governados por outros mais sábios que aqueles; daí a mulher, mais fraca quanto ao vigor da alma e força corporal, estar sujeita por natureza ao homem, em quem a razão predomina."

São Tomás de Aquino (italiano, um dos maiores teólogos católicos da humanidade, século XIII)



"Inimiga da paz, fonte de inquietação, causa de brigas que destroem toda a tranquilidade, a mulher é o próprio diabo."

Petrarca (poeta italiano do Renascimento, século XIV)



"O pior adorno que uma mulher pode querer usar é ser sábia."

Lutero (teólogo alemão, reformador protestante, século XVI)



"As crianças, os idiotas, os lunáticos e as mulheres não podem e não têm capacidade para efetuar negócios."

Henrique VII (rei da Inglaterra, chefe da Igreja Anglicana, século XVI)



"Enquanto houver homens sensatos sobre a terra, as mulheres letradas morrerão solteiras."

Jean-Jacques Rousseau (escritor francês, precursor do Romantismo, um dos mentores da Revolução Francesa, século XVIII)



"Todas as mulheres que seduzirem e levarem ao casamento os súditos de Sua Majestade mediante o uso de perfumes, pinturas, dentes postiços, perucas e recheio nos quadris, incorrem em delito de bruxaria e o casamento fica automaticamente anulado."

Constituição Nacional Inglesa (lei do século XVIII)



"A mulher pode ser educada, mas sua mente não é adequada às ciências mais elevadas, à filosofia e algumas das artes."

Friederich Hegel (filósofo e historiador alemão do século XIX)"


E a MELHOR de todas...

"Quando um homem for repreendido em público por uma mulher, cabe-lhe o direito de derrubá-la com um soco, desferir-lhe um pontapé e quebrar-lhe o nariz para que assim, desfigurada, não se deixe ver, envergonhada de sua face. E é bem merecido, por dirigir-se ao homem com maldade de linguajar ousado."

Le Ménagier de Paris (Tratado de conduta moral e costumes da França, século XIV)"
  
 

sinto-me:
música: Nao me mintas- Rui Veloso

vibrado por TS às 10:27
link do post | Comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007
É a mais pura verdade
Este foi o mail com mais sentido e veracidade que recebi até hoje....
 

Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida...

Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar,
encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito:

"Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você
está convidado para o velório na quadra de esportes".
No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas
depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava
atrapalhando sua
vida e bloqueando seu crescimento na empresa. A agitação na quadra
de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças
para organizar
a fila do velório.
Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação
aumentava: - Quem será que estava atrapalhando o meu progresso?
- Ainda bem que esse infeliz morreu!
Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão,
olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto,
engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns
com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se
tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas
salas. Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a
sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado
tanto a cada um deles.
A pergunta ecoava na mente de todos: "Quem está nesse caixão"? No
visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo... Só
existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO!
Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida.
Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida. Você é a
única pessoa que pode ajudar a si mesmo.

"SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA,
QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA
VIDA MUDA... QUANDO VOCÊ MUDA! VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR
ELA."
O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de
seus próprios pensamentos. A maneira como você encara a vida é
que faz toda diferença.
A vida muda, quando "você muda"



vibrado por TS às 10:50
link do post | Comentar | ver comentários (3) | favorito

Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007
Ensinamento da Semana

Ensinamento da Semana

 

A PERDA

 

A perda é a subtracção de algo que nos devolve uma segurança.

Imagina que, para te sentires mais segura no reino da matéria, decides inconscientemente que o teu trabalho é o que te fará feliz. Imagina que trazes este foco para o teu consciente. Só te vais sentir bem, só te vais sentir completa se estiveres a trabalhar. Substituíste o Ser pelo Fazer. Só consegues Ser se estiveres a Fazer. Logo, o teu trabalho devolve-te segurança emocional, uma espécie de Ser. Espiritualmente não funciona, porque tu deverás fazer porque És e não para Ser.

 

Primeiro És. Depois de saberes quem És, vais escolher o que Fazer, desde que a tua escolha reflicta quem És.

 

O que acontece actualmente é precisamente o contrário. A pessoa não sabe quem É, mas escolhe quem gostaria de Ser. Depois procura o que Fazer que reflicta essa pessoa que, à força de querer Ser, ela julga que É.

É aí que nasce a perda.

 

Mas pode não ser o emprego, pode ser um acidente, a perda de entes queridos, a falência de uma empresa, a doença de uma pessoa próxima ou da própria, dores sistemáticas no corpo, factos desagradáveis que se repetem, enfim, todo e qualquer problema que cause grande angústia. Tudo o que não seja a consequência directa de uma escolha consciente, a partir do verdadeiro "Eu",  pode ser definido por perda.

 

Quando a perda se consuma, fica um sentimento de revolta difícil de controlar. A solução é aceitar que atraíste a perda porque a tua energia estava completamente bloqueada, não fluía. Aceita-lá como aviso para se endireitar o rumo de vida para evitar perdas futuras. E se a pessoa culpa os outros (ou Deus) da sua perda e não endireita o rumo vai continuar a atrair perda....até ao fim. Terá de voltar cá muito mais vezes para corrigir o padrão. As perdas servem para abrandar o caminho, pois se a pessoa seguisse em frente, cairia no precipício!

 


música: Do you remember
sinto-me:

vibrado por TS às 10:35
link do post | Comentar | favorito

pesquisar
 

Escorpiao

A educaçao como se preve

Lindo

Ausente

Termina?

Comentário de uma leitora...

Notícia do Jornal "O Sol"...

O Pior Adorno de Uma Mulh...

É a mais pura verdade

Ensinamento da Semana

temas

dedicatoria

emoções

malandrices

inicio

maniacos

mulher

natal

todas as tags

A crise da amizade

E tudo por causa de um co...

ts

Dia do nosso Nascimento

NÃO CHORE PORQUE ACABOU.....

A carta

Reflecçaõ

blogs SAPO
subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub